Contadores de histórias

Ana Lage

Ana Lage, minhota de nascimento e lisboeta de adoção, define-se a si própria como “ilustradora de interiores e escultora de palavras”.

Benita Prieto

Benita Prieto é contadora de histórias do Grupo Morandubetá, escritora e produtora cultural.

Bru Junça

Bru Junça é uma contadora de histórias natural de Évora que, entre linhas, agulhas, tecidos e palavras, cria um mundo imaginário baseado em contos, lengalengas ou canções da tradição oral.

Cristina Taquelim

Acredita que ler e contar são formas de desenhar janelas para a diversidade das linguagens do mundo. Também as do mundo interior. A palavra da literatura e da oratura são as suas ferramentas e celebra-as todos os dias.

Tâmara Bezerra

Tâmara Bezerra é educadora e artista, além de investigadora do Instituto de Educação da Universidade de Lisboa. Dedica-se à pesquisa e partilha em narração oral de histórias no Brasil e noutros países.

Jorge Serafim

Como contador de histórias, tem percorrido o país de norte a sul, incluindo os Açores, efetuando inúmeras sessões de contos para públicos de todas as idades. Tem participado em encontros de narração oral, nomeadamente em Espanha, Argentina e Canadá. É presença regular na SIC e na RTP1 em programas de humor e é também autor de vários livros.

Luís Correia Carmelo

Nasceu em Lisboa em 1976, mas foi no Brasil que cresceu até 1991. É licenciado em Estudos Teatrais, Mestre em Estudos Portugueses e Doutor em Artes, Cultura e Comunicação. Conta histórias desde 2003, em bibliotecas, escolas, associações, teatros e festivais, em Portugal e no estrangeiro.

Paulo Condessa

Paulo Condessa é escritor, performer, formador e mediador de leitura. Na poesia, desconstrói os versos, dá-lhes matéria, tom e voz. É um criativo nato!

Rodolfo Castro

Rodolfo Castro nasceu na Argentina e designa-se a si próprio como «O pior contador de histórias do mundo».

Trovadoras Itinerantes

O projeto Trovadoras Itinerantes surge em 2013 a partir da pesquisa orgânica iniciada por Josy Maria em parceria com a música Luciana Costa sobre as origens europeias da literatura de cordel e da cantoria nordestina, que circulou por Portugal, França e Espanha com o apoio do Ministério da Cultura.