Contadores de histórias

Paulo Condessa

Paulo Condessa é escritor, performer, formador e mediador de leitura, ou seja, estende pontes entre os livros e os leitores. Na poesia, desconstrói os versos, dá-lhes matéria, tom e voz. É um criativo nato e, antes der ser performer, foi criativo em empresas de marketing e publicidade.

Sobre si diz: “A Escrita e a Leitura são os escafandros para mergulhar em nós. Trabalho sozinho e em grupo, exploro menos significados, mais sentidos. Crio espectáculos e oficinas, recheados com sinestesias e outras delícias literais. Escrevo como quem desenha um mapa, leio como quem desmonta um brinquedo. E aproximo-me do tesouro: nós!, sempre nós.  A nossa alma de meninos e a nossa madura capacidade de reescrever o Passado, desembrulhando o Presente. (…) Dia a dia, sigo o rasto da fada transparente que abria a boca fininha e dizia soprando pelo buraco da fechadura: «a poesia nasce na raiz da vida e desagua nas folhas da literatura»”.

Participação na Maratona de Leitura

1 de julho

Oficina «Leitura Criativa Cooperativa» - parte 1 (Sala de Sócios do Clube da Sertã; 15h00

1 e 2 de julho

Oficina «Leitura Criativa Cooperativa» - parte 2 (Sala de Sócios do Clube da Sertã; 17h30

3 de julho

Festas na Aldeia (11h00 – Vale do Laço | 15h00 – Aldeia Fundeira da Ribeira)

Leitura no palco das 24 Horas a Ler – online (Cineteatro Tasso; 18h50 e 19h05)