Contadores de histórias

Luzia Rosário

Luzia do Rosário nasceu em Moçambique, filha de mãe moçambicana e pai alentejano aos 5 anos veio para Portugal para o Alentejo.

Os contos entraram na sua vida primeiro pela voz do seu pai, depois pela sua avó paterna.

É mediadora de leitura na Biblioteca Municipal de Beja à 23 anos, no setor Infanto-Juvenil.

Dinamiza na Biblioteca de Beja os Clubes de leitura para pais e filhos “Histórias para fazer Tem Tem” e “Patáti Patáta.

Participa, desde 1999, na Organização do “Encontro Nacional dos Aprendizes do Contar – Palavras Andarilhas

Organiza desde 2000 a” Estafeta de Contos “decorrente do evento PALAVRAS ANDARILHAS da Biblioteca Municipal de Beja.

Participa desde 2015, nas três últimas edições do Festival de Contos Indígenas, uma parceria entre o Museu Nacional de Arqueologia/Direção-Geral do Património Cultural e DGLAB, na qualidade de formadora e de narradora profissional

Fez parte da Equipa que organizou a Final Distrital em Beja da XI Edição Fase Distrital do Concurso Nacional de Leitura.

Fez a apresentação de 4 Finais distritais da XI Edição do Concurso Nacional de Leitura em Avis, Vila Verde, Oliveira do Hospital, Penamacor, a convite da DGLAB.

Participou no Projeto de leitura “ Bibliotecas Improváveis” em meio rural, com freguesias de Beja (Penedo Gordo, Salvada, Santa Clara do Louredo, Neves).

Participou, nas três últimas edições do Festival de Contos Indígenas, uma parceria entre o Museu Nacional de Arqueologia/Direção-Geral do Património Cultural e DGLAB, na qualidade de formadora e de narradora profissional.

Participação na Maratona de Leitura

1 de julho

Sessão de contos com os contadores de histórias (Alameda da Carvalha; 11h00

2 de julho

Festas na Aldeia (11h00 – Pedrógão Pequeno | 14h00 – Troviscal

3 de julho

Festas na Aldeia (11h00 – Pampilhal | 15h00 – Ermida

Leitura no palco das 24 Horas a Ler (Cineteatro Tasso; 18h40)

Luzia Rosário