Convidados

Miguel-Manso

Miguel-Manso nasceu em Santarém em 1979. Viveu em Almeirim e em Lisboa. Hoje mora num lugar do concelho da Sertã. Estreou-se em 2008 com o livro Contra a Manhã Burra (edição do autor) e fez sair no mesmo ano Quando Escreve Descalça-se (edição Trama Livraria). Santo Subito, de 2010 (edição do autor) pertence, como os anteriores, à colecção Os Carimbos de Gent, à qual acrescentou outros dois títulos em 2012: Ensinar o Caminho ao Diabo e Um Lugar a Menos (edições do autor). No mesmo ano publicou Aqui Podia Viver Gente, com ilustrações de Bárbara Assis Pacheco (Primeiro Passo). Em 2013 publicou Tojo: Poemas Escolhidos (Relógio D’Água) e Supremo 16/70 (Artefacto). Em 2015 fez sair Persianas (Tinta-da-china), em 2017 Rosto, Clareira e Desmaio (Douda Correria) e em 2018 Mortel (Do Lado Esquerdo). Textos seus integram um conjunto significativo de antologias e revistas literárias. Em cinema escreveu, produziu e realizou, com João Manso, a longa-metragem Bibliografia (2013). Colaborou em teatro com a companhia Cão Solteiro e a encenadora Susana Vidal. Desde 2008 que é convidado a participar como orador em festivais literários, palestras e leituras dentro e fora do país. Ganhou a 3ª edição do Prémios Novos, 2015, na categoria Literatura e o seu livro Persianas (Tinta-da-China, 2015) fez parte da short list dos prémios: Sociedade Portuguesa de Autores; Glória de Sant’anna; Pen Clube Português; Casino da Póvoa. O seu trabalho tem merecido atenção crítica nos principais periódicos de referência nacionais.

Participação na Maratona de Leitura

4 DE JULHO
19:00 Início das 24 horas a bater à máquina (Atelier Túllio Victorino)
5 de julho                                                                                            
19:30 Lançamento do livro “Andar para dentro de Vitorino Coragem e Miguel-Manso (Paços do Concelho da Sertã)