Convidados

Filipa Martins

Recebeu o Prémio Literário Manuel Boaventura 2019 com ‘Na Memória dos Rouxinóis’, o seu quarto romance, publicado pela Quetzal (2018). Recebeu, ainda, o Prémio Revelação, na categoria de Ficção, atribuído pela Associação Portuguesa de Escritores (APE), com “Elogio do Passeio Público” (Editora Guimarães, 2008), o seu primeiro romance, e o Prémio Jovens Criadores do Clube Português de Artes e Ideias com “Esteira”.

Publicou ainda os romances “Quanta Terra” (Editora Guimarães, 2009) e “Mustang Branco” (Quetzal, 2014).  É coautora da coletânea de contos “Mães que tudo” (Companhia das Letras, 2019).

É coargumentista da série televisiva ‘Três Mulheres’, exibida na RTP, nomeada pela Academia Portuguesa de Cinema na categoria de Melhor Série para os Prémios Sophia 2019, para o Prix Europa, Prémios Platino 2019 e Prémios Autores 2019 pela Sociedade Portuguesa de Autores (SPA). 

Mantém, em coautoria, um programa semanal na Rádio Renascença dedicado à promoção do livro e da leitura, intitulado “A Biblioteca de”, e um rúbrica de divulgação de novidades literária na plataforma digital NiT.pt .

Participação na Maratona de Leitura

5 de julho
10:00 Escrita como máquina do tempo recuperadora de humanismo Oficina de escrita (Escola da Abegoaria – Sertã)
6 de julho
15:00 Leitura no palco
16:00 Moderação de encontro com escritores Mbate Pedro e Olinda Beja em Gonçalo Mogão (Sertã)
19:00 Encontro com escritoras Goretti Pina e Filipa Martins (passeio de barco na Várzea de Pedro Mouro)