Oficinas e Workshops

Oficina ''Olhos de Ver. Olhos de Ler''

com Maurício Leite

A leitura da imagem. A imagem como processo narrativo. Ler e escrever por imagens.
Esta oficina propõe uma aproximação com o surpreendente e instigante mundo dos livros de imagem. Apresenta um acervo diversificado, que aposta e provoca a inteligência do leitor e propõe várias práticas leituras.
Ler para além das letras, para interpretar, refletir e desenvolver uma postura crítica diante das imagens. Vamos desvendar o fascinante mundo das histórias contadas através das imagens.
Sessões de leitura em voz alta com livro em presença, onde se constrói um itinerário de leituras que conduzem ao desenvolvimento da escuta, à experiência do encantamento, à vivência participada da leitura, com o objetivo exclusivo da fruição e aproximação da criança, jovens e adultos do livro e dos seus criadores.
Uma viagem ao mundo dos livros através da Mala de Leitura, uma biblioteca itinerante para a promoção de leitura, formação de leitores e intercâmbio entre culturas e linguagens.

Inscrições até dia 2 de julho, na Biblioteca Municipal

4 de julho14:30 Escola da Abegoaria (Sertã)

Escrita como máquina do tempo recuperadora de humanismo

com Filipa Martins

Filipa Martins vai orientar uma oficina de escrita teórico-prática subordinada ao tema ‘Escrita como máquina do tempo recuperadora de humanismo’.
A escrita não tem ponteiros e não tem sentidos fixos e talvez por isso, no mundo atual, possa acertar o relógio do humanismo e apontar direções. A escrita habita o Instante maiúsculo. Não aquele que se esgota mal começado, mas o que se define pelo paradoxo de nunca ter princípio ou fim.
A fugacidade da vida que nos torna menos vivos e – logo – menos humanos sublinha a importância da escrita, porque é na penúria do tempo que mais se deve reclamar tempo para as palavras como quem reclama um código de conduta em conjunturas de privação.
Na escrita, desenvolvemos uma aptidão profundamente humana: a capacidade de alteridade, que nos coloca no lugar do Outro, humanizando-o. Esta oficina é um convite ao reconhecimento do Outro, através da escrita e de exercícios práticos em redor de conceitos como:
- Escrita enquanto Arte
- Ficcionista e Narrador: jogo de vozes
- A memória e o pensamento criativo
- Observação e ponto de vista
- Alteridade na escrita, humanismo no dia-a-dia

Inscrições até dia 2 de julho, na Biblioteca Municipal
Público-alvo: a partir dos 15 anos

5 de julho 10:00 às 17:30  Escola da Abegoaria (Sertã)

Oficina de Palavras

com Pedro Lamares

Oficina de leitura que tem como objetivo proporcionar uma experiência aprofundada na “arte de dizer”.
É dirigida para quem o domínio da ferramenta da oralidade seja uma mais-valia.
Recorrendo a técnicas de comunicação simples e a uma procura da “verdade” de um texto, desmontam-se vícios de leitura que quase todos temos e que tornam a leitura poética demasiado descolada da naturalidade do discurso coloquial. Esses vícios são normalmente responsáveis pelos artifícios da “declamação” e acabam por funcionar como uma barreira à apreensão de um poema, na perspetiva de quem o ouve.
Esta oficina tem um formato variado, ajustando-se ao público a que se destina e ao objetivo pretendido. Pode decorrer ao longo de vários dias, ou num dia apenas; pode implicar um grupo grande de pessoas ou um grupo pequeno até ao limite do contacto personalizado, num processo que se torna tão meticuloso e intenso quanto maior a necessidade de explorar e procurar resultados.

Inscrições até dia 2 de julho, na Biblioteca Municipal
Público-alvo: profissionais da área de comunicação: professores, técnicos de biblioteca, bibliotecários, grupos de teatro, locutores, etc.

5 de julho15:00 às 18:30  Sala de sócios do Clube da Sertã

Sonhar para contar e escrever: oficina de criatividade e emoções

com Ondjaki e Mafalda Milhões

As emoções e as estórias podem sempre misturar-se com a brincadeira, o riso e o sonho.
Contar é deixar que o sonho aconteça um pouco por toda a parte.

Nesta oficina vamos falar de estórias, pensar sobre algumas técnicas e, certamente, inventar novas maneiras de contar e de escrever!  

Inscrições até dia 2 de julho, na Biblioteca Municipal

Público-alvo: 7 aos 15 anos

5 de julho 15:00 às 17:00  Junta de Freguesia da Sertã

Oficina para crianças ''As cores do mundo''

pela ANIME

Ao ritmo das canções e das palavras contadas, as crianças são transportadas numa viagem imaginária.

Partindo do livro “Contos tradicionais dos países lusófonos” (Instituto Piaget) são explorados contos de Moçambique (O dia de festa…) ou de São Tomé e Príncipe (A lenda de canta galo), com recurso à música e à dança. No livro “O mundo da criança” (OIKOS/UNICEF) é apresentada a história “O leão e o javali” onde a união faz a força. A sessão termina num workshop de pintar em pedras, dinamizado a partir do texto de Luísa Ducla Soares “Os meninos de todas as cores”, porque de todas as cores se podem pintar os sonhos.

Inscrições até dia 2 de julho, na Biblioteca Municipal

6 de julho10:00  Biblioteca Municipal

Formação ''As palavras falam''

com Cristina Paiva

A Andante é uma companhia de teatro que tem como objectivo principal a promoção da leitura, a sedução de leitores.
Transformamos livros de poesia, romances, contos, em espectáculos de teatro.
Integra o programa de itinerâncias culturais da Direção-Geral do Livro dos Arquivos e das Bibliotecas no âmbito dos objectivos do Plano Nacional de Leitura.

Falar em público??? Nem pensar.
Ler em público??? Ainda pior.
E se não gostam? E se me gozam?

Um ateliê que procura responder a estas questões: técnicas de corpo, respiração, voz e de abordagem ao texto; o teatro ao serviço da leitura, para que as palavras falem sem dificuldades.

Inscrições até dia 2 de julho, na Biblioteca Municipal

6 de julho14:00 às 17:00 Escola da Abegoaria (Sertã)

Workshop de Dança Tradicional Africana

com a Associação Cultural e Juvenil Batoto Yetu Portugal

Coreografias e técnicas de dança tradicional africana bem como conhecimentos da técnica de percussão tradicional africana dentro de um princípio de aprendizagem progressiva.

Para além da aprendizagem das coreografias, os participantes são incentivados a contribuir com as suas próprias ideias e ritmos, ensaiando os seus “solos” de dança.

Inscrições até dia 2 de julho, na Biblioteca Municipal

6 de julho15:00 Capela do Convento da Sertã Hotel (Sertã)