Contadores de histórias

Maurício Leite

Fez-se educador pela arte no seio das teorias de Paulo Freire, Montessori, Piaget e outros, mas foi no terreno dos muitos países em que tem trabalhado, desde a Amazónia a Moçambique, que construiu o seu modelo de intervenção, “garimpando leitores”. 
O seu trabalho associa uma sólida bagagem teórica, a um forte potencial de comunicação e é uma referência no mundo da promoção da leitura. Em Portugal, onde reside desde 2005, trabalha para Universidades, Associações, Centros de Formação de Professores, Festivais, Bibliotecas e Escolas.
O seu trabalho no Brasil e nos países de língua portuguesa valeu-lhe já por 8 vezes a nomeação ao Prémio ALMA (Astrid Lindgren Memorial Award), o maior prémio internacional de literatura infanto-juvenil e promoção da leitura.  
É o criador das Malas de Leitura que desde os anos oitenta implementa nas aldeias indígenas na Ilha do Bananal em Mato Grosso e escolas da zona rural. Desde o ano 2000 leva as Malas de Leitura para Angola, Moçambique, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, Guiné Bissau e Portugal.
É consultor em promoção de leitura para o Ministério das Relações Exteriores do Brasil em vários países: Estados Unidos, México, Países da Europa e da CPLP.
É consultor para projetos de leitura para a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa – CPLP, além de Fellow da Ashoka - Innovattors for the Public/USA.
Desenvolve projetos de promoção de leitura para escolas bibliotecas, universidades.
Participa em congressos de literatura infantojuvenil apresentando palestras /oficinas em vários estados brasileiros e também no exterior.
Recebeu em 2014 o Prémio UNESCO de Leitura.

Participação na Maratona de Leitura

09:55 Leitura no palco
10:30 Sessão de contos na Aldeia das Mulheres (Festas na aldeia)
15:00 Sessão de contos no Sesmo (Festas na aldeia)
18:30 Sessão de contos com os contadores de histórias, com apresentação de Fernando Alvim